Blog

20 de dezembro de 2019

GreenYellow ultrapassa a marca de 1 mil projetos no Brasil

A multinacional francesa focada na transição energética de seus clientes, com cinco anos de atuação no Brasil, chegou a executar nesse período picos de 50 obras em um mesmo mês

Em um contexto de amadurecimento global com relação ao consumo de energia, as empresas brasileiras dão sinais de que estão cada vez mais preocupadas em utilizar os recursos energéticos de forma mais inteligente. Um indicativo disso é o fato de que a companhia multinacional francesa GreenYellow, há cinco anos atuando no Brasil, já ultrapassou a marca de 1 mil contratos de performance energética em vigência no país. Com foco em eficiência energética, energia solar, comercialização e gestão de energia, a organização já ajudou empresas dos setores do varejo e indústria, com destaque para o segmento alimentício, a deixarem de consumir mais de 250 GWh ao ano.

A relevância desse tipo de trabalho atualmente é tamanha que a GreenYellow chegou a executar 50 obras em um mesmo mês. “Realizamos um estudo aprofundado com foco na infraestrutura e sistemas dos nossos clientes, com o objetivo de entender suas necessidades e em quais pontos é possível reduzir o consumo de energia. Por exemplo, nos casos de ações de eficiência energética para o varejo alimentar, realizamos mudanças nos pontos que estão gerando mais gasto de eletricidade, como o fechamento dos balcões refrigerados, a substituição de lâmpadas incandescentes pelos modelos com a tecnologia LED, além de outras ações”, afirma Pierre-Yves Mourgue, diretor-presidente da GreenYellow.

Dentro da solução oferecida pela GreenYellow, está também o serviço de monitoramento, capaz de acompanhar em tempo real o consumo de energia dos clientes. Durante o ano, para se ter ideia, o consumo total dos clientes monitorados pela central da GreenYellow é de 1.228,8 GWh, o que equivaleria a mais de 640 mil residências no mesmo período. “São mais de 32.500 variáveis monitoradas nos projetos, envolvendo desde os sistemas de iluminação, de refrigeração, até o ar condicionado. É importante destacar que, sem esse acompanhamento especializado, muitas das ações de eficiência, principalmente as automações, não conseguiriam se manter no mesmo patamar e o gasto energético voltaria a subir. Com o compromisso de garantia da economia gerada durante todo o contrato, o monitoramento é um fator de sucesso importante para os projetos da empresa, uma vez que a equipe da GreenYellow age pró-ativamente com os clientes, entrando em contato para correção dos desvios de consumo”, explica o executivo.

Segundo Mourgue, a companhia investiu no Brasil cerca de R$ 600 milhões em medidas de eficiência energética, bem como de geração solar distribuída, com implantação de usinas fotovoltaicas que chegarão em 50 MWp de potência instalada até o final de 2019. “Acreditamos muito no potencial de crescimento dos negócios voltados à gestão no uso da energia e essa deverá ser a tônica no ambiente empresarial em 2020, pois a sociedade está olhando com preocupação para esse tema. Utilizar os recursos com foco na inteligência é imprescindível não somente para cortar custos, mas também para ter uma operação mais moderna e para se posicionar como uma organização responsável. Nesse sentido, a expectativa é de aumentarmos exponencialmente o número de projetos”, finaliza.

 

 

Sala de Imprensa

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *